26 dezembro 2014

A MATEMÁTICA DAS PESQUISAS ELEITORAIS

No dia 09 de maio de 2014, o bolsista Antônio Jonas Farias apresentou o trabalho intitulado "A MATEMÁTICA DAS PESQUISAS ELEITORAIS" em forma de comunicação oral no II Encontro da Linha de Pesquisa, Educação, Currículo e Ensino/ENLECE – Faced/UFC em Fortaleza - CE. 

Bolsista Jonas Farias na apresentação do trabalho “A Matemática das Pesquisas Eleitorais” no II Enlece.






O trabalho tem como autores Antônio Jonas Farias, Deisiane Linhares Lima e Fábio Gomes de Lima, e a atividade do trabalho foi realizada na escola Elza Goersch, em Forquilha, Ceará e ocorreu em dois momentos. O primeiro deles no dia 20 de fevereiro do corrente ano, onde foi simulada uma pesquisa eleitoral com uma amostra de alunos das três séries do Ensino Médio, turno manhã, da escola Elza Goesch, com base em uma pergunta elaborada de modo a obter a opinião dos alunos sobre qual matemático julgavam mais importante para a história da matemática: Isaac Newton, Blaise Pascal, Pitágoras, Bhaskara, Arquimedes ou Tales de Mileto. As opções levaram em conta os nomes dos matemáticos que os alunos supostamente mais conheciam e a escolha das salas se deu de forma aleatória. Ao todo foram entrevistados 125 alunos de um total de 605 matriculados no turno da manhã. 

Entrevistando os alunos em sala de aula– Pesquisa
No segundo momento, 25 de fevereiro, no laboratório de matemática da escola, uma parte dos alunos consultados foi reunida para a discussão dos resultados obtidos na pesquisa e lhes foi apresentada a matemática presente nos processos eleitorais, desde as pesquisas até algumas nuances características do sistema eleitoral brasileiro. Os alunos foram estimulados a calcular o erro amostral da pesquisa que havia sido realizada, considerando o tamanho da amostra de 125 alunos e a população de alunos matriculados do turno da manhã sendo 605. Antes do segundo momento os bolsistas já haviam apurado o resultado da pesquisa e de forma esperada, os que receberam mais votos foram àqueles mais “populares” no Ensino Médio: em primeiro lugar, Pitágoras, que recebeu 48% dos votos dos alunos, e em segundo foi o Isaac Newton, com 33,6% dos votos. O resultado foi levado para os alunos e foram discutidos os processos envolvidos na apuração dos resultados finais. Os objetivos deste trabalho foi fazer com que os alunos adquirissem um pouco mais de familiaridade com a aplicação de dados estatísticos e probabilísticos no mundo em que vivemos assim como o funcionamento da matemática das eleições.
Apuração e discussão dos resultados da Pesquisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário